Deputado federal gaúcho é condenado a 12 anos de prisão

O deputado federal Paulo Feijó (PR) foi condenado, nesta terça-feira (2), pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por lavagem de dinheiro e crime de corrupção passiva. Ele deverá cumprir pena de 12 anos, 6 meses e 6 dias de reclusão em regime inicial fechado. 

Feijó é acusado de participar de um esquema criminoso de desvio de recursos públicos por meio da aquisição superfaturada de veículos, em especial ambulâncias, e equipamentos médicos, com favorecimento em licitações. Caberia ao deputado apresentar emendas ao orçamento geral da União, destinadas a municípios das regiões norte e nordeste do Estado do Rio de Janeiro, para beneficiar empresas.

A assessoria jurídica do deputado, que tem base eleitoral em Campos dos Goytacazes, no interior do Rio de Janeiro, disse que irá aguardar a publicação do acórdão para entrar com o recurso necessário. Feijó já foi vereador duas vezes e está no quinto mandato como deputado federal.

Fonte: Tribuna da Bahia

Loading...